2 de jan de 2016

Não Caia no Sedentarismo

Com as péssimas condições de nossas ruas e calçadas, o simples hábito de caminhar ou passear com o cachorro torna-se um risco à nossa saúde. Pisar num buraco, tropeçar numa pedra, escorregar em piso molhado ou lodo podem resultar danos como torções ou traumas em ligamentos (até rupturas). Você sabia que um indivíduo fisicamente ativo tem esse risco diminuído?

Exercitando qualidades físicas como força, potência, equilíbrio e agilidade, uma pessoa pode ter a velocidade de reação suficiente para recompor seu movimento ao tropeçar ou escorregar, evitando, assim, a queda. Uma pessoa idosa treinada, consegue preservar boa parte de sua força muscular, ao retardar a perda de massa magra natural com o avançar da idade. Consegue abaixar para apanhar um objeto sem tontura ou desequilíbrio e levantar de forma segura. Grávidas conseguem se adaptar mais facilmente à mudança de seu centro de gravidade com a evolução da gestação. Apenas para citar alguns exemplos.
Quando entendemos que devemos praticar atividades físicas com objetivos além da fita métrica, observamos o quanto nossa saúde está diretamente ligada aos nossos bons hábitos e o quanto podemos melhorar nossa qualidade de vida.

Para isso é necessário que as nossas rotinas de treinamento incluam exercícios que explorem essas capacidades físicas, ainda que não seja seu objetivo principal, mas que auxilie e torne seu corpo preparado para situações de risco, ou acidentais, evitando ou minimizando danos, ou ainda, auxiliando na recuperação.

Com o nosso grupo Welfare, proporcionamos a você um treinamento que busca mais que o seu resultado externo, possibilitamos qualidade de vida e bem estar. Vem treinar com a gente.

2 comentários:

Deixe aqui seu comentário, dúvidas ou sugestões.