14 de fev de 2016

Treinos das Celebridades: As "modinhas" funcionam? A resposta é "Sim".

Claudia Leitte é adepta do treino funcional
Basta aparecer na TV uma celebridade fazendo alguma modalidade diferente, ou algum(a) "blogueiro(a) fitness" trazer o seu novo treino da moda e logo os professores nas academia são cercados por perguntas do tipo: "Treinamento Funcional é bom?"; "Crossfit é pra hipertrofia ou pra emagrecer?"; "Onde é que tem esse Mahamudra por aki?". A última me indagou sobre aeropilates. Por que o interesse tão grande nessas práticas diferenciadas? São de fato efetivas ou apenas modinhas?

Sim, são moda! A mídia através dos famosos que as praticam contribuem para isso. Conquistam alguns adeptos, até que outro artista apareça fazendo algo diferente... Se há tanto interesse por práticas diferentes, há motivos para isso. O treino é chato, entediante, monótono e não deveria ser bem assim. Mas respondendo à pergunta: funcionam sim. Cada modalidade, se bem orientada por profissionais capacitados pode ter seus benefícios a quem se dedica a treinar, mas sabemos que muitas vezes o aluno só quer quebrar a rotina. E então?

Ao praticar uma atividade como a musculação, ainda que bem orientada, após alguns anos de prática é bem comum que haja uma certa desmotivação com a modalidade, isso compromete inclusive os resultados. Estagnando ou regredindo. Na corrida isso também é frequente. Um bom professor, atento a isso deve saber a hora e a frequência de mexer no treino de forma a evitar esse "abuso", variar a intensidade, o volume, as estratégias.

Tirar o corpo do lugar comum é uma dessas estratégias. Quebramos a rotina, trazemos uma motivação nova, novos desafios, novos estímulos. Consequentemente trabalhamos músculos diferentes, muitas vezes esquecidos, mas não menos importantes, experimentamos sensações diversas. Isso cabe em qualquer treino, desde que feito com responsabilidade e segurança. Planejando e encaixando de forma correta esses novos estímulos no treinamento é possível até potencializar os resultados buscados com a modalidade "principal".

Sangalo: A musa do Axé optou pela Zumba
Uma ideia seria testar as aulas experimentais que se oferecem nos grupos especializados e academias públicas e particulares. Mas é importante lembrar que o nosso corpo necessita de um tempo para adaptação ao novo estímulo e aprendizado dos novos movimentos, então seria importante ficar um tempo na modalidade escolhida e aproveitar seus benefícios dentro do possível, antes de sair pulando de aula em aula.

Assim, posso dizer que praticar um esporte diferente, zumba, stand up paddle, surf ou qualquer outra modalidade pode te trazer excelentes experiências sem comprometer seus objetivos principais. Converse com seu professor, e se permita experimentá-los.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, dúvidas ou sugestões.