19 de set de 2017

Treinar com ar condicionado atrapalha?

Que o calor em algumas cidades brasileiras é quase insuportável todos nós já sabemos. E sempre que procuramos por algum tipo de serviço, se o ambiente for climatizado, este estabelecimento já sobe no nosso conceito e ganha nossa preferência em detrimento daquele que não possui um sistema de refrigeração do ar. Quando então vamos a uma academia, onde o treino nos fará gastar energia, produzir calor e suar, desejar um ambiente mais frio é bem natural. Mas será interessante para nosso corpo treinar num ambiente com ar condicionado?

Existem alguns estudos que apontam para uma temperatura ambiente (TA) que poderia ser considerada ideal para o treinamento físico, algo que poderia variar entre 22 e 25ºC (alguns textos apontam para um pouco menos, a partir de 18ºC) e uma umidade relativa do ar (URA) entre 40 e 65%. Entendendo esses índices como de menor risco de estresse para o organismo. Normalmente os estudos científicos se voltam para o perigo de treinar com temperaturas elevadas, e considerando que boa parte desses trabalhos são realizados por europeus ou americanos, os 30ºC que temos com frequência em cidades como Recife, são consideradas como muito quentes. E se a temperatura sugerida como agradável ao treino é justamente a que o ar condicionado é capaz de possibilitar numa academia, ainda assim há problemas?

O sistema de refrigeração do ambiente tradicionalmente utilizado trás diversos riscos associados e quando relacionados aos problemas estruturais das academias, acentuam esses riscos, prejudicando não só os treinos, mas a saúde de usuários e profissionais. Os condicionadores de ar, atuam em circuito fechado para trabalhar com maior eficiência. Ou seja, ambiente fechado e um ar viciado. Quando estamos treinando, estamos temporariamente deixando nosso sistema imune vulnerável, justamente num espaço onde as pessoas dos mais diversos tipos estão próximas, suando e respirando com mais intensidade (hiperventilando). Uma pessoa gripada nesse ambiente pode fazer um "strike".

Outro ponto a se observar é que o funcionamento dos aparelhos de ar condicionado, resseca o ar ambiente. E vimos que a umidade relativa do ar influi diretamente no nosso desempenho. Além disso o ressecamento das nossas vias aéreas pode trazer riscos a nossa saúde, nos deixando vulneráveis a bronquites e sinusites, por exemplo.

Um grande problema que envolve boa parte dos estabelecimentos é que são espaços em sua maioria mal planejados, com pouca iluminação, pouca ventilação e bastante apertados, impossibilitando o uso de recursos naturais, que inclusive, significariam menos despesas e talvez uma mensalidade mais barata. uma vez que o ar condicionado torna-se um item indispensável no espaço, a manutenção do mesmo é uma responsabilidade que não pode ser ignorada. Manter o ambiente limpo, livre de poeira, com um espaço de circulação do ar mais amplo, limpar e trocar os filtros dos aparelhos periodicamente, usar uma temperatura esteja dentro dos limites seguros, e sempre que possível, utilizar aparelhos de qualidade são algumas das recomendações que reduzem os riscos.

Se por um lado uma temperatura mais amena auxilia nosso treinos, treinar num espaço de proliferação de bactérias e contrair infecções ou inflamações não compensa. O aluno que paga caro para cuidar de sua saúde, tem total direito de exigir que a academia zele por um ambiente salutar.  E por que não, pesquisar bem estes locais, sugerir ideias sustentáveis e valorizar aqueles que fazem uso dessas alternativas. O ambiente com ar condicionado não precisa ser necessariamente visto como um sinal de status de uma academia, se observarmos com um olhar mais amplo em que outras boas ideias podem contribuir com um clima agradável ao treino e sem prejudicar nossa saúde.

Veja aqui alguns textos complementares:

https://www.researchgate.net/profile/Nelson_Marques_Junior/publication/26517390_Altas_temperaturas/links/0deec51b11047e394a000000.pdf

https://noticias.uol.com.br/saude/ultimas-noticias/redacao/2014/03/01/aprenda-a-viver-no-frescor-do-ar-condicionado-sem-atrapalhar-a-saude.htm

http://baktron.com.br/blog/analise-de-ar-x-manutencao-quem-e-quem-na-busca-pelo-ar-ambiente-de-qualidade/

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, dúvidas ou sugestões.