16 de nov de 2017

Doenças Crônicas: Novas diretrizes

Buscando promover informação e orientação para prevenção,  tratamento, controle de doenças e promoção da saúde, especialistas das diversas áreas de saúde promovem periodicamente diretrizes norteadoras das práticas profissionais. Recentes orientações modificaram alguns paradigmas em relação a algumas doenças crônicas como vamos citar abaixo:


DIABETES:


Glicose em jejum: considera-se ideal abaixo de 100mg/dL (valores abaixo de 54mg/dL são considerados hipoglicemia.



DISLIPIDEMIAS:

Segue a seguinte tabela de referência para valores "normais"

- Colesterol TOTAL: abaixo de 190mg/dL (independente de jejum)
- Colesterol HDL: acima de 40mg/dL (independente de jejum)
- Triglicerídeos:  menor que 150mg/dL (em jejum); e menor que 175 (sem jejum)

* o colesterol ruim (LDL) passa a adotar estratifcação de risco cardiovascular:

-Risco Baixo - até 130mg/dL
-Risco Intermediário - até 100mg/dL
-Risco Alto - até 70 mg/dL
-Risco Muito Alto - até 50mg/dL
Veja critérios de inclusão aqui.



HIPERTENSÃO:


Novos valores classificam como pressão elevada a partir de 130/80mmHg (popular 13 por 8)


Classificação PA sistólica (mmHg)
PA diastólica (mmHg)
Normal < 120
< 80
Elevada 120-129
< 80
Hipertensão estágio 1 130-139
80-89
Hipertensão estágio 2 ≥ 140
≥ 90


É necessário, contudo, que todos esses valores sejam obtidos e interpretados pelo profissional de saúde para que possa haver a melhor orientação no tratamento das anormalidades que porventura possam existir. Nem sempre o tratamento medicamentoso é a alternativa principal para tratar as doenças crônicas. Nossos hábitos de vida interferem demais em nossa saúde, e adaptações que fazemos em nosso cotidiano buscando uma vida mais saudável propiciam mudanças benéficas e duradouras em nosso estado de saúde e qualidade de vida.
E para isso, você não precisa esperar por exames com índices alterados, pratique uma vida saudável desde já. Prevenir sempre vai ser melhor que remediar!


Veja também:

https://pebmed.com.br/nova-diretriz-sobre-hipertensao-da-aha-muda-definicao-para-has-veja-os-keypoints/


http://www.diabetes.org.br






Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, dúvidas ou sugestões.