14 de fev de 2019

Dançar emagrece?

As aulas de dança nunca saem de moda! Seja por seu caráter lúdico, pelo apelo cultural de cada região, influência da mídia e das modas que elas trazem. As aulas de dança são sempre reinventadas nas academias e programas de atividade física mundo afora. Hoje temos programas específicos de atividades voltadas para o condicionamento físico como a Zumba® ou o FitDance, que proporcionam formação e treinamento de instrutores sob uma metodologia própria e marketing poderoso.

Independente da modalidade praticada, mesmo as mais tradicionais, as aulas contam sempre com grande número de adeptos. Mas, dá resultado praticar dança?

Costumamos sempre dizer que fazer alguma atividade sempre proporcionará mais benefícios que fazer atividade nenhuma. Mas quando se observa promessas um tanto milagrosas de determinadas atividades é sempre bom ficar de orelha em pé. A dança por si tem um importante componente aeróbico capaz de proporcionar boa resistência muscular e condicionamento cardiorrespiratório. Cada tipo de dança terá suas particularidades e inclusive, diversos graus de intensidade.

Muitas dessas que vemos praticadas nas academias, além de um ritmo mais frenético e acelerado como alguns ritmos latinos, ainda mesclam diversos movimentos ginásticos que tornam a atividade intensa e exaustiva. Guardam lá suas semelhanças com as aulas de aeróbicas tão populares nas décadas de 80 e 90. Sim, são capazes de proporcionar bons resultados.

A dança pode ser incluída numa rotina de treinamentos de forma a manter um leque variado de atividades no cardápio. Especialmente daqueles que buscam emagrecimento e possuem dificuldade de manter-se numa atividade por período prolongado. Mas seria interessante manter uma atividade de força que garanta uma preparação muscular adequada, não só para suportar a intensidade das aulas, mas para auxiliar na própria "queima de gordurinhas".

As aulas de dança podem proporcionar um interessante gasto calórico e que, se associado a uma dieta disciplinada e balanceada, podem garantir um emagrecimento saudável (como qualquer atividade que você leve realmente a sério!).

Não custa reforçar: Muitas dessas aulas são tratadas como verdadeiros treinos de condicionamento físico, e como tal, devem ser conduzidas por profissionais de Educação Física. Não basta ser um dançarino de uma determinada modalidade, ou ter um certificado de alguma empresa fitness. Para lidar com treinamento e consequentemente com saúde de pessoas, é preciso uma formação adequada. Fique atento, escolha seu ritmo e vá se remexer...


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui seu comentário, dúvidas ou sugestões.